Procurar
Publicidade

Artigo de Opinião | Em 2025, Gondomar comemorará o 10 de junho!

Ao contrário do que sucedeu este ano – em que a Câmara Municipal de Gondomar e algumas Juntas de Freguesia gondomarenses se limitaram a assinalar esta data, apenas e só, com uma curta e simples publicação nas respetivas redes sociais –, o próximo dia 10 de junho de 2025 será, devidamente, comemorado em Gondomar.

Tal sucederá graças à aprovação, na última sessão da Assembleia Municipal de Gondomar, de uma moção apresentada pelos Deputados Municipais afetos à concelhia de Gondomar do CDS-PP – em que, na qual, pugnaram pela realização de uma sessão solene, por parte da Câmara Municipal de Gondomar, a ponto de assinalar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, e de hastear a bandeira nacional.

A estes meus colegas de partido e subscritores da moção aprovada, só me resta agradecer pelo contributo em prol do CDS-PP, e louvar o seu patriotismo de que, orgulhosamente, partilho.

Sendo, por excelência, o Dia de Portugal, é de lamentar que alguns municípios portugueses não tenham acompanhado as celebrações fixadas a nível nacional (geograficamente limitadas) com um ato simbólico mais apropriado e digno do que uma mera publicação numa rede social – mais ainda por, no passado dia 17 de maio, terem procedido de forma completamente diferente, e terem hasteado, em momento solene, uma bandeira diferente da nacional.

Esta dualidade de critério, a meu ver, parece-me injustificada, mais ainda considerando que o 10 de junho é um dos quatro principais feriados nacionais, e que o sentimento patriota comporta um grau de importância superior a qualquer orientação política, religiosa ou sexual que exista.

Também não posso deixar de referir que, a 10 de junho, além de celebrarmos Portugal, celebramos também Luís Vaz de Camões, figura ímpar e maior da cultura portuguesa, bem como as Comunidades Portuguesas espalhadas por todo o mundo, compostas por emigrantes portugueses e respetivos descendentes, que melhor celebram a ocasião do que muitos municípios – e que, da minha parte, merecem o meu louvor.

Versando as “celebrações de Camões”, sem olvidar as do V centenário do seu falecimento que se prolongarão até 2026, defendo que os executivos municipal e de freguesia gondomarenses deverão acompanhar a agenda nacional, promovendo, junto dos gondomarenses, a história de vida de Luís Vaz de Camões e as suas obras literárias, em articulação com os estabelecimentos de ensino e as associações culturais do concelho.

Não menos importante, também estes executivos deverão prestar outra atenção para com o monumento em homenagem a Luís Vaz de Camões no centro de Gondomar que, até há bem pouco tempo, carecia de manutenção na área envolvente.

Quiçá, para o ano, Gondomar comemore, devidamente, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Se assim suceder, saberão a quem agradecer.

Por: Paulo Gandra

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Procurar
Close this search box.
Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade