EM DIRETO
Fechar X
ASSISTA AGORA
EM DIRETO
Procurar
EM DIRETO
Publicidade

Enfermeiros em greve no final de abril e início de maio

Várias estruturas sindicais afetas aos enfermeiros convocaram uma greve de cinco dias para o final de abril e início de maio.

Na origem desta paralisação, os sindicatos de enfermeiros reivindicam a “revisão da tabela salarial e a criação de uma convenção coletiva de trabalho”.

O Sindicato Independente de Todos os Enfermeiros Unidos ( SITEU), um dos cinco sindicatos que convocou esta greve, destaca, na sua publicação oficial, que “em conjunto com mais quatro estruturas sindicais de enfermeiros, convocou uma greve de cinco dias, para o final de abril e maio, pela revisão da tabela salarial e a criação de uma convenção coletiva de trabalho.”

De acordo com esta estrutura sindical a greve abrange todos os “órgãos empregadores em que existam enfermeiros a trabalhar, setor público, social, privado, mutualista, defesa, justiça, entre outros, com exceção dos IPO”.

Os cinco sindicatos de enfermeiros apontam, ainda, como razões para este protesto “a precariedade salarial que acompanha os enfermeiros há mais de 15 anos”, salientando que “a última vez que houve uma alteração da tabela remuneratória foi em 2009, com a revisão da carreira”.

Fotografia: DR/Sindicato Independente de Todos os Enfermeiros Unidos

Na origem desata manifestação está, ainda, “a revisão das convenções coletivas do setor privado e social”.

Os cinco sindicatos de enfermeiros aludem, também, à necessidade de “garantir a paridade salarial com os técnicos superiores das carreiras especiais da administração pública, como por exemplo os farmacêuticos”.

As estruturas sindicais defendem, também, a necessidade de “terminar a negociação do acordo coletivo de trabalho” e que “seja aplicada a lei nas instituições públicas, que a própria administração pública produz”.

Os cinco sindicatos requerem, ainda, “uma posição da Ministra da Saúde para a resolução definitiva da precariedade da aplicação do DL 80 B, da situação dos enfermeiros especialistas e da tabela salarial dos enfermeiros”.

Saliente-se que o primeiro dia de greve está agendado para dia 26 de abril, na região Norte, segue-se dia 29 de abril, nos Açores, dia 30 de abril, na Madeira, 2 de maio, na região Centro e 3 de maio, na região Sul.

(Fotografia de destaque: DR/foto ilustrativa)

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Procurar
Close this search box.
Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade