EM DIRETO
Fechar X
ASSISTA AGORA
EM DIRETO
EM DIRETO
Publicidade

Marco com perdas de água abaixo da média nacional

Marco de Canaveses é “exemplo nacional na redução do desperdício de água”.

A afirmação é da autarquia que destaca que “as perdas de água no sistema de abastecimento público do concelho do Marco de Canaveses em 2023 fixaram-se em 15%, muito abaixo da média nacional de 27,1%”.

Ainda de acordo com o município “em apenas quatro anos (de 2019 a 2023) as perdas desceram 20 pontos percentuais, dos 35% para 15%”.

Citada em comunicado, Cristina Vieira, presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, destacou que o seu executivo está “extremamente satisfeitos com estes resultados, que nos colocam entre os melhores concelhos do país na gestão da água”.

“Esta conquista reflete o nosso compromisso com a gestão sustentável dos recursos e também aquilo que foi o virar de página que nos permitiu, desde 2018, ter uma boa colaboração entre o município e a empresa concessionária do serviço. Uma estratégia que tem trazido enormes benefícios para a população e também, como se comprova, para o meio ambiente”, disse.

O município declara que a “redução acentuada das perdas de água no concelho foi possível graças a um conjunto de medidas estratégicas implementadas pela Câmara Municipal do Marco de Canaveses e a empresa Águas do Marco, desde logo a modernização e renovação das redes de abastecimento, a qualidade das reparações, a prontidão de resposta”.

O município afirma que esta redução foi, também, possível devido à implementação de medidas de “deteção acústica de fugas não visíveis, a gestão adequada de pressões e ar na rede, o balanço hídrico, a monitorização em tempo real, o controlo metrológico e o combate a usos ilícitos”.

A autarquia esclarece que ao longo dos últimos anos, tem feito um “grande esforço financeiro (cerca de 15M€) para renovar as infraestruturas e para expandir as rede de abastecimento de água e águas residuais a casas que ainda não tinham acesso aos serviços públicos”.

Este esforço, ainda de acordo com a autarquia, contribuiu para o “aumento das taxas de cobertura, desde 2017, de abastecimento de água de 44% para 58% e de saneamento de 40% para 54%”.

(Fotografias: DR/Câmara do Marco de Canaveses)

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade