EM DIRETO
Fechar X
ASSISTA AGORA
EM DIRETO
Procurar
EM DIRETO
Publicidade
PAGUMI

Celorico de Basto: Presidência aberta passou por Codessoso

Codessoso, em Celorico de Basto, acolheu, esta sexta-feira, o executivo municipal no âmbito da iniciativa Presidência Aberta que visa aproximar os eleitos dos munícipes procurando, de forma concertada e equilibrada, responder às necessidades desta comunidade.

Na reunião, que juntou os dois executivos, o protocolo celebrado em 2012 entre a Resinorte – valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos e o Município de Celorico de Basto, esteve em destaque.

Citado em comunicado, o presidente da Câmara de Celorico de Basto, José Peixoto Lima, destacou que ficou claro que “existem dificuldades de interpretação do mesmo e é preciso, antes de tomar qualquer decisão, retirar todas as dúvidas e alinhar a decisão em conformidade com os interesses da freguesia e do concelho”.

A autarquia recorda que em causa está a atribuição de “800 mil euros, que a Resinorte pretende dar ao município e à junta de freguesia, para serem investidos na freguesia, como contrapartida pelo crescimento em altura da célula um do aterro, após se ter criado um diferendo com várias entidades estatais”.

“Um crescimento que aumentou o impacto visual do aterro e exponenciou os maus cheiros. Trata-se de uma contrapartida aprovada recentemente pela secretaria de estado do ambiente depois de aturadas reuniões”, refere o município, em comunicado, que avança que trata-se de “uma contrapartida mais do que devida, mas que poderá ser recusada caso a adenda ao protocolo agora colocada coloque dúvidas sobre a atividade e capacidade do aterro”.

Fotografia: DR/Câmara de Celorico de Basto

A autarquia adianta, ainda, que o “presidente da câmara não dará nunca qualquer anuência a aumentos de capacidade ou ampliações do aterro para além dos que foram aprovados pela câmara municipal em 2012”, salientando que este foi um assunto “amplamente discutido” existindo unanimidade “na decisão de salvaguardar os interesses da freguesia e dos seus habitantes”.

A Estratégia de Habitação Local esteve, também, em destaque.

Na reunião foi dado conhecimento que Codessoso é uma “freguesia que conta já com 15 famílias inscritas na Estratégia Local de Habitação, com 10 processos que já foram submetidos”, senso que cinco estão a aguardar submissão completando um investimento na ordem dos 600 mil euros.

Deste encontro foi dando conhecimento que os “passeios e gradeamentos na freguesia vão ser executando-se a curto prazo”, tendo sido referida a necessidade de intervenção “urgente e uma profunda intervenção no Parque de Lazer de Fiães de Cima”.

Fotografia: DR/Câmara de Celorico de Basto

Com esta intervenção, pretende-se reabilitar e dotar o “espaço de maior dignidade para receber os visitantes que acorrem a este parque para desfrutar de momentos de lazer sobretudo durante a Primavera e o Verão”.

Foi, também, abordado o programa de reabilitação da “antiga escola primária e jardim de infância e da necessidade de lhes ser atribuído um fim útil para a freguesia”.

A instalação de fibra ótica na freguesia foi outros dos temas abordados.

 

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Procurar
Close this search box.
Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade