Publicidade

Licenças parentais: mais de 30 mil pessoas abrangidas

As novas licenças de parentalidade previstas na Agenda do Trabalho Digno já abrangeram mais de 30 mil pessoas.

O governo destaca, através do portal Portigal.gov.pt, que desde a entrada em vigor da “Agenda do Trabalho Digno, em maio,  “8141 pais gozaram licença alargada, beneficiando do aumento subsídio parental, que passou dos 25% para os 30% de remuneração nos três meses de acréscimo à licença inicial, aumentando para os 40% no caso de partilha da licença”.

Ainda de acordo com o portal “307 pessoas beneficiaram das alterações ao subsídio parental inicial, que aumentou dos 83%  para 90% da remuneração nas situações em que ambos os progenitores gozem pelo menos um período de 60 dias em exclusivo com o filho”.

Já “25.432 pais receberam 100% da remuneração nos 28 dias obrigatórios e sete  facultativos do subsídio parental inicial exclusivo do pai”.

O governo esclarece que as novas licenças têm contribuído “para uma melhor conciliação entre a vida pessoal, familiar e profissional, um dos objetivos que presidiu à mudança da lei, que pretende também incentivar uma igual participação de ambos os progenitores na parentalidade”.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade