Publicidade

DS E-Tense FE23 em Portugal através do Grupo Filinto Mota

Este conteúdo é da responsabilidade de:

 

O incrível DS E-Tense FE23 está em Portugal pela primeira vez e só pode ser visto através do Grupo Filinto Mota

Esta será, sem sombra de dúvidas, uma experiência única, pois estreia o monolugar da equipa DS PENSKE Fórmula E, atualmente, conduzido pelos pilotos Sto¬el Vandoorne, campeão mundial e Jean-Eric Vergne, o único bicampeão mundial da história de Fórmula E, em território português.
Mas afinal o que é este DS E-Tense FE23? A resposta é simples… É um monolugar 100% elétrico de terceira geração da DS Automobiles. E é facilmente reconhecido pela sua icónica pintura preta e dourada, representando um verdadeiro salto tecnológico com 350 kW de potência, tração nas quatro rodas, velocidade máxima de 280 km/h e um novo trem de forças dianteiro que adiciona 250 kW extra à traseira, duplicando a capacidade de regeneração para um total de 600 kW, transformando-o no primeiro carro de Fórmula E sem travões traseiros hidráulicos.
E como se não bastassem todas as caraterísticas enumeradas anteriormente a DS foi mais longe no intuito de diminuir o impacto ambiental, e as baterias do DS E-Tense FE23 são construídas com minerais de fontes ambientalmente responsáveis e as células serão reutilizadas e recicladas no final da sua vida útil.
E a pegada ambiental ainda vai mais longe e a carroçaria do monolugar foi criada a partir de linho e fibra de carbono reciclada dos veículos GEN2 para reduzir a quantidade total de nova fibra de carbono.
A pegada de carbono foi medida ao longo de todo o projeto de construção do DS E-TENSE FE23 para documentar as medidas de economia de energia tomas e o impacto ambiental geral.
Para o CEO do Grupo Filinto Mota, Gualter Mota Paulo, é “agradável quando a marca lança um desafio e nós podemos conquistar, com o mérito todo que tiveram, o maior resultado de vendas em Portugal. E com isso, tiveram a oportunidade de receber em exclusivo aqui um carro como este, e mostrarem aos seus clientes. No fundo, sentiram-se felizes pelo trabalho feito”.
Quanto ao produto em si, aos automóveis DS, Gualter Mota Santos assume que “temos um produto fantástico, mas só experimentando se consegue tirar as verdadeiras ilações do que é o carro”.
Quando questionado sobre o segmento que a DS apresenta e olhando o mercado, o CEO do Grupo Filinto Mota não tem dúvidas: “Desde que a DS veio para cá, apostamos em três stands abertos no país, nomeadamente Lisboa, Porto e Braga. Para nós existe lugar para uma marca premiun, e mesmo durante a pandemia nunca nos faltaram carros e clientes… Costumo dizer que passamos ao lado da pandemia”!
Quanto a números de vendas, Gualter Mota Santos revela que para já foram vendidos 463 veículos, sendo que 352 foram elétricos.
E a transição energética no setor automóvel pode ver abrirem novas portas, nomeadamente com os combustíveis sintéticos, mas Gualter Mota Santos deixa um claro aviso: “O problema não está do lado dos fabricantes, está do lado do governo que não tem a capacidade de instalar as infraestruturas necessárias para os carregamentos, nomeadamente quem deixa o carro na via pública não tem essa capacidade de os poder carregar durante a noite”.
Por sua vez, Márcia diretora de Marketing da DS Automóveis Portugal, salientou a importância “da ligação à Fórmula E, e o facto de o DS E-Tense estar aqui hoje”, reforçando o “símbolo da nossa preocupação com a transição energética, pois fomos a primeira marca a estar presente no Campeonato da Federação Internacional Automóvel de monolugares 100 por cento elétricos”.
E esse casamento tem sido de grande sucesso, como refere Márcia Paulo: “Com o DS E-Tense fomos vencedores durante dois anos de equipas e pilotos, em 2019 e 2020”.
A responsável de Marketing falou ainda da aposta neste ano, salientando que a marca “está na presença da geração 3, e essa tem uma aposta adicional em todo o processo”, dando o exemplo da recuperação “de energia em cerca de 40 por cento através do sistema de travagem”.
Márcia Paulo enuncia ainda a grande aposta e cinergia existente entre “o que fazemos em pista e o que queremos transmitir para os modelos que colocamos na estrada”.
De saída deixamos no ar um convite… é que está a decorrer um concurso de fotografia no qual só tem que juntar o DS com pessoas e habilitar-se a um fim de semana com estadia numa Pousada de Portugal e viajar para esses dias encantados no conforto de um DS 7!

 

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade