Publicidade

“Não sou como a figueira” estreia em Vila Meã

PELE vai estrear peça em Vila Meã

A nova criação da PELE, “Não sou como a figueira”, estreia dia 9 de junho, às 21h00, no Cineteatro Raimundo Magalhães, em Vila Meã.

Com dramaturgia de Sara Barros Leitão e direção-artística de Inês Lapa e Catarina Carvalho Gomes, o espetáculo conta com a participação da comunidade Amarantina, resultado de uma parceria entre a PELE e a Câmara Municipal de Amarante.

Nas palavras das diretoras artísticas, esta peça é inspirada pelas “histórias de mulheres anónimas, cujas lutas desejávamos tornar visíveis”.

“O espetáculo nasceu da vontade de refletirmos sobre a condição cíclica de sermos filhas-mães-avós, sobre os afazeres e dizeres que vão passando entre gerações de quotidianos anónimos, sobre os modos e mezinhas de cuidarmos dos nossos, sobre canções que guardam segredos cantados baixinho. A dramaturgia, tecida pela Sara Barros Leitão, é sobre tudo isso e sobre a sua constante contraposição e questionamento, potenciando um exercício de reflexão coletiva, entre os que constroem e os que assistem a esta criação”.

Ao longo do processo de construção de “Não sou como a figueira”, um grupo de nove mulheres de diferentes contextos e gerações deu corpo às palavras tecidas em conjunto, encarnando as inúmeras histórias de mulheres bravas que nelas se inscrevem. O espetáculo conta ainda com a participação comunitária de um coro poético de corpos, vozes e desejos comuns e pelo grupo do Centro Local de Animação e Promoção Rural (CLAP), “as Bravas do Marão”, que acompanham a PELE desde 2012.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade