EM DIRETO
Fechar X
ASSISTA AGORA
EM DIRETO
Procurar
EM DIRETO
Publicidade

CIM do Tâmega e Sousa organiza II Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

CIM do Tâmega e Sousa organiza II Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Depois de ter organizado, em junho deste ano, I Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa, a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) realiza dia 23, das 9h00 às 17h00, o II Seminário da Unidas terá lugar no IET – Instituto Empresarial do Tâmega, em Amarante.

Refira-se que este seminário conta com a participação de Marina Silva, Psicóloga Clínica e da Saúde, responsável pelo Programa “É Psicológico” do Novum Canal que irá moderar a palestra “Serão os castigos corporais Ainda uma forma de educação?” que contará com a presença de Madalena Oliveira, UNIDAS – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa Paula Duarte, Instituto de Apoio à Criança – Secção de Coimbra.

Destaque, ainda, para a presença Paulo Ferrinho, da Polícia Judiciária, responsável pelo programa “Data Vénia” do Novum Canal no debate “O que se esconde do outro lado do ecrã?” que contará com a presença de Carla Ferreira, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, com a moderação de Roberto Bessa Moreira, do Jornal de Notícias.

Este evento irá reunir especialistas desta área para debater os ciclos de violência doméstica, sendo que o seminário integra-se no programa da oitava edição da campanha “Amarante de Igual para Igual”, promovida pela Câmara Municipal de Amarante.

O seminário que é subordinado ao tema “Como (inter)romper ciclos de violência”, e pretende “debater este fenómeno social e a reprodução e repercussão que o mesmo tem na sociedade em geral, mas sobretudo nas crianças e jovens”.

“Serão os castigos corporais ainda uma forma de educação? O que se esconde do outro lado do ecrã? Estas serão algumas das questões às quais os oradores vão procurar responder nos painéis da manhã”, refere o comunicado da CIM Tâmega e Sousa que esclarece que durante a tarde, serão apresentados “alguns exemplos de boas práticas de promoção do bem-estar de crianças e jovens existentes na região, procurando encontrar vias para mitigar o fenómeno social da violência doméstica nos mais novos”.

Fotografia: CIM Tâmega e Sousa

Este seminário é dirigido a profissionais que desempenham funções de intervenção com vítimas de violência doméstica e agressores e a todos os interessados na temática, estando em “linha com o trabalho que a CIM do Tâmega e Sousa tem vindo a desenvolver enquanto entidade coordenadora da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa, a primeira rede intermunicipal a ser constituída no nosso país”.

“ Para além de apoio social, psicológico e jurídico às vítimas prestado pelas 11 estruturas de atendimento da Unidas, a CIM do Tâmega e Sousa assume ainda a articulação com as restantes estruturas e respostas da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, tendo em vista uma maior proximidade e eficácia da intervenção na região”, acrescenta a nota informativa que esclarece que a participação no seminário é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia, limitada à lotação do espaço.

O II Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa é promovido pela CIM do Tâmega e Sousa, em articulação com o município de Amarante, sendo cofinanciado pelo POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, Portugal 2020 e União Europeia, através do FSE – Fundo Social Europeu.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Procurar
Close this search box.
Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade