Novum Canal

mobile

tablet

(C/ VÍDEO) ACES Tâmega Sousa quer retirar pressão das urgências

Partilhar por:

Fernando Malheiro, diretor executivo do ACES Tâmega II Vale do Sousa Sul quer retirar pressão dos hospitais e em articulação do os centros de saúde e o Centro Hospitalar Tâmega Sousa procura as respostas para que os utentes possam ter um serviço de saúde melhor e de mais qualidade. A extensão das consultas abertas e o encaminhar para as Unidade de Saúde Familiares dos doentes menos urgentes serão uma das respostas mais prementes.

O diretor executivo do ACES Tâmega II – Vale Sousa Sul, recordou que no âmbito daquilo que é a estratégia do Ministério da Saúde foram realizadas várias reuniões com ARS, o CHTS e o SNS com o objetivo de dar a conhecer os mecanismos e os instrumentos que a comunidade tem à sua disposição e ao mesmo tempo aumentar a literacia em saúde no sentido e melhorar a saúde.

“Sabemos que não é a resposta A ou B que irá resolver esta situação e os problemas existentes, mas todas as respostas articuladas podem minimizar esta pressão quer nos cuidados primários de saúde, quer nas urgências do CHTS”, disse, assumindo que o ACES Tâmega II – Vale Sousa Sul em articulação com o CHTS tem um protocolo assinado que consiste numa plataforma SNS+Proximidade constituída por projetos que visam contribuir para a “modernização do SNS, através da integração de cuidados, colocando o utente no centro do sistema e respondendo às suas necessidades ao longo do percurso de vida”.

“Qualquer utente que vá ao hospital e que lhe seja atribuída uma pulseira verde ou azul será reencaminhado para as unidades de saúde familiar. Dispomos de 30 vagas para esses utentes. Ser-lhes-á indicada uma hora para se deslocarem a cada uma das unidades e aí serão atendidos sem o transtorno de terem de esperar várias horas por uma consulta” disse, salientando que o ACES Tâmega II – Vale Sousa Sul e cada uma das unidades que o integram aumentou o horário e o número de consultas abertas para estas situações agudas que possam eventualmente surgir.

Fernando Malheiro avançou, ainda, que no serviço de atendimento permanente que decorre aos fins-de-semana e feriados em Paredes e em Castelo de Paiva passou a dispor de mais um médico.

“Se tal se vier a verificar-se insuficiente iremos fazer um horário mais alargado”, atalhou, mostrando-se que para além do SNS, da ARS e do CHTS existe uma articulação com as três câmaras municipais do ACES Tâmega II – Vale Sousa Sul e as instituições particulares de solidariedade social e as juntas de freguesias que contribuem, sustentou, para melhorar a qualidade do serviço que é prestado aos utentes.

“Temos o dever de arranjar novas respostas, sermos criativos de forma a minimizar esta pressão no sentido de dar mais qualidade aos utentes e promover uma maior equidade aos 175 mil utentes do ACES Tâmega II – Vale Sousa Sul”, assegurou, sublinhando que, também, ao nível tecnológico tem sido realizado um investimento no sentido de promover uma reorganização dos serviços do ACES Tâmega II – Vale Sousa Sul.

“A forma como estamos a fazer o atendimento telefónico melhorou imenso, conseguimos dar uma resposta a todos os utentes que nos contactam e com o quiosque eletrónico é tudo mais funcional e mais rápido”, atalhou,

Questionado sobre uma previsível intensificação da transmissão do vírus SARS-CoV-2 e as restantes infeções com maior incidência nas crianças e nos adultos durante a estação mais fria, Fernando Malheiro realçou a importância das pessoas se vacinarem, utilizarem a máscara em determinadas situações e procederem à lavagem das mãos

Refira-se que o Plano Estratégico do Ministério da Saúde: Resposta Sazonal em Saúde – Inverno 2022-2023 integram um conjunto de medidas para os próximos meses, período de maior circulação de vírus respiratórios.

A estratégia tem como objetivos “proteger a saúde de todos” minimizando a pressão sobre as urgências, minimizando as “infeções respiratórias, a necessidade de recurso aos vários níveis de cuidados de saúde, as hospitalizações e as mortes”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!