Novum Canal

mobile

tablet

(C/VÍDEO) Alunos de várias nacionalidades participam em atividades pedagógicas e culturais na Escola Básica e Secundária de Pinheiro

Partilhar por:

Dezenas de alunos provenientes de vários países estão a participar num intercâmbio na Escola Básica e Secundária de Pinheiro, do concelho de Penafiel, no âmbito do Erasmus +.

Durante uma semana, os alunos, oriundos de países da Turquia, França, Itália e Noruega, vão participar num intercâmbio de experiências pedagógicas e culturais.

O professor Paulo Gil, da Escola Básica e Secundária de Pinheiro, destacou que este intercâmbio conta com a presença de formadores de uma empresa da Turquia que através da animação têm trabalho questões como as alterações climáticas.

“O objetivo deste projeto é trabalhar a cidadania através da animação de cartoons. Os alunos são desafiados a trabalharem esta questão. No âmbito deste programa contamos com uma empresa de animação da Turquia que nos dá formação e temos em Penafiel quatro escolas da Noruega, Itália, da Turquia e da França, num total de 26 pessoas”, disse, salientando que em todas as mobilidades existe uma temática que é trabalhada, sendo que, neste caso, a temática selecionada foi a das alterações climáticas.

“Pretendemos que reflitam sobre este tema, mas, também desafia-los a construírem pequenos cartoons”, expressou.

Além das atividades pedagógicas, Paulo Gil destacou que este intercâmbio prevê outras de âmbito cultural.

“Este tipo de experiências promovem, também, a interculturalidade, dão a conhecer o património histórico cultural”, declarou, assumindo que estas experiências pedagógicas e culturais são determinantes para o curriculum e o percurso dos discentes.

“Este tipo de experiências são uma mais-valia, abrem outro tipo de horizontes e permite que os alunos deste estabelecimento de ensino estejam em contacto com outros colegas da sua idade e faz crescer a vontade dos nossos alunos participarem nestas experiências noutros países, como já tem sucedido com alunos desta escola que participarem em intercâmbios noutros países ainda recentemente”, afirmou, sublinhando que estas experiências permitem evidenciar que não somos um pequeno país.

” Portugal está integrado na Europa, podem estudar no estrangeiro e até exercem, mais tarde, a sua atividade profissional no estrangeiro”, precisou.

Francisco Silva, aluno da Escola Básica e Secundária de Pinheiro reconheceu que este tipo de experiência é determinante para o desenvolvimento pessoal e académico dos alunos.

“Desde muito jovem que sempre tive o sonho de viajar e participar em experiências pedagógicas e culturais como esta e assim que tive oportunidade de o fazer agarrei esta possibilidade. É um gosto participar e aprender mais sobre estes programas. Recentemente estive na Noruega. Estes projetos permitem-nos aprender a conhecer outros jovens e outras culturas”, avançou, confirmando que estes intercâmbios promovem várias aprendizagens.

Quanto à questão das alterações climáticas, o jovem declarou que este é um tema determinante que deve envolver a comunidade, de uma forma geral.

“Todos os dias somos confrontados com esta questão e todos deveríamos saber mais e apostar na sensibilização”, asseverou.

Gönül Küçük, formadora oriunda da Turquia, relevou a importância de os alunos terem contacto com colegas de outros países e a possibilidade de conhecer melhor a sua cultura e participarem em experiências pedagógicas e culturais.

“Este é a primeira vez que estou em Penafiel e em Portugal. Esta é uma experiência agradável e ter a possibilidade de ajudar a sensibilizar para questões como a cidadania e as alterações climáticas é algo de importante e que faz parte daquilo que são os valores que nos definem enquanto empresa e como cidadãos europeus”, afiançou, defendendo que as alterações climáticas são um tema predominante.

Fatih, de origem truca, também, formador, declarou ser a primeira vez que está em Penafiel, assumindo gostar dos alunos portugueses e da possibilidade de através da animação promover valores como o das alterações climáticas.

Também, Gabriela, da Noruega, relevou a importância destes intercâmbios e a necessidade de trabalhar as questões relacionadas com as alterações climáticas.

“Esta é a primeira vez que estou em Penafiel, é uma excelência experiência. As alterações climáticas são um tema relevante e é determinante falar destas questões”, adiantou, sublinhado estar a gostar do contacto com os colegas portugueses.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!