Procurar
Publicidade

Felgueiras: Mosteiro de Pombeiro recebe a Orquestra da Costa Atlântica

Felgueiras: Mosteiro de Pombeiro recebe a Orquestra da Costa Atlântica

O Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro, em Felgueiras, recebe no próximo sábado, 10 de setembro, pelas 21h30, o ensemble de sopros da Orquestra da Costa Atlântica para um concerto do ciclo Serenatas ao Anoitecer.

O espetáculo, de entrada livre, conta com as interpretações das Serenatas n.º 11 e 12 de W. A. Mozart, sob direção artística do maestro Luís Miguel Clemente.

A Rota do Românico destaca que a “Orquestra da Costa Atlântica (OCA), fundada em 2015 por Ana Carolina Capitão e Luis Miguel Clemente, reúne instrumentistas de elevado nível técnico e artístico numa formação de singular excelência no panorama musical português”, salientando que orquestra é constituída por um “efetivo de sessenta instrumentistas profissionais e pode ser reduzida ou expandida de acordo com as especificidades de cada programa de concerto”.

Fotografia: Rota do Românico

“Desta forma, a orquestra pode interpretar um amplo repertório, que se estende do Barroco até à música contemporânea, bailados, óperas ou bandas sonoras de filmes, assegurando uma intensa e versátil atividade artística”, refere a nota informativa que nos foi endereçada que declara que “em cada temporada, a OCA realiza uma série regular de concertos em diversas salas do país. Através da atividade concertística e da criatividade dos programas que apresenta, a orquestra cumpre uma função descentralizadora no acesso das pessoas à música erudita”.

A orquestra contribuiu, ainda, para a “captação e formação de novos públicos, e gera um indiscutível valor cultural e social para as comunidades e território onde se apresenta”.

Fotografia: Rota do Românico

A Rota do Românico reúne, atualmente, 58 monumentos e dois centros de interpretação, distribuídos por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende).

As principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção turística.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Procurar
Close this search box.
Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade