Publicidade

Submetidas 95.665 reclamações na plataforma do Livro de Reclamações Eletrónico no 1.º semestre de 2022

Submetidas 95.665 reclamações na plataforma do Livro de Reclamações Eletrónico no 1.º semestre de 2022

Foram submetidas 95.665 reclamações na plataforma do Livro de Reclamações Eletrónico no 1.º semestre de 2022, constatando-se um decréscimo de 16% face ao período homólogo de 2021.

O Governo destaca, no seu site oficial, que a “no que respeita ao número de reclamações que incidiram sob os serviços públicos essenciais, destacam-se as comunicações eletrónicas e serviços postais (39.373 reclamações) e a eletricidade e gás natural (10.005 reclamações) – sendo estes os setores mais reclamados no universo dos serviços públicos essenciais”.

“Relativamente às entidades reguladoras e fiscalizadoras que tratam um maior número de reclamações, no 1.º semestre de 2022, verificou-se que a ANACOM (39.373 reclamações), a ASAE (22.119 reclamações) e a ERSE (10 005), foram as entidades que registaram o maior número de reclamações para tratamento. No que concerne ao setor do comércio e retalho, foi na distribuição e na venda/reparação de equipamentos elétricos e eletrónicos que se registou o maior número de reclamações”, lê-se no comunicado que se encontra publicado no mesmo site que aponta “a qualidade no atendimento ao cliente; a faturação e cobrança e as questões contratuais”, como os motivos/razões mais invocadas e que são transversais à maioria dos setores invocados no 1.º semestre de 2022.

O site do Governo avança, ainda, que “no 1.º semestre de 2022, o índice de satisfação do consumidor relativo ao processo de elaboração da reclamação é de 3,2 (numa escala de 1 a 4).

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade