Novum Canal

mobile

tablet

Baião lança concurso da requalificação da EN 304-3 que serve o concelho e o município de Resende
Fotografia: Câmara de Baião

Baião lança concurso da requalificação da EN 304-3 que serve o concelho e o município de Resende

Partilhar por:

O município de Baião vai lançar o concurso da requalificação da EN 304-3, no valor de 1 milhão 694 mil 253 euros.

A autarquia destaca, na sua publicação oficial, que “depois de mais de 17 anos à espera, o lançamento do concurso público para a requalificação da Estrada Nacional 304-3 vai ser votado na reunião de Câmara desta quarta-feira”.

O município adianta que a “E.N 304-3, que serve os concelhos de Baião (Distrito do Porto), Resende (Viseu) e Mesão Frio (Vila Real), assume-se como uma importante via de comunicação regional entre o Baixo Tâmega e o Douro Sul e encontra-se em mau estado de conservação em vários pontos do trajeto”.

A câmara adianta que a “obra, que prevê a requalificação de um troço de 16 Km, vai a concurso por um valor de 1.694.253.27 euros”, salientando que a “estimativa orçamental, aquando da assinatura do protocolo (novembro de 2021) era de 1.440.950 euros”.

Fotografia: Câmara de Baião

“Entretanto, e em função do forte aumento das matérias-primas que se tem verificado desde então, fez-se uma atualização de preços, para se correrem menos riscos de não haver empresas a concorrer”, lê-se na publicação que a autarquia partilhou no seu site e na sua página oficial que reforça que a “Infraestruturas de Portugal comparticipa a obra com um valor até 1 milhão e 260 mil euros”.

O município lembra que “a responsabilidade de manutenção e gestão da Estrada Nacional 304-3 foi transferida do Estado Central para o Município de Baião, em janeiro de 2005 no âmbito de um acordo que pressupunha a sua requalificação com recurso a fundos comunitários, contudo, essa requalificação nunca veio a acontecer”, sublinhando que a “realização destas obras obrigaria a um avultado investimento, pelo que a Câmara Municipal de Baião entendeu sempre que seria de elementar justiça que a obra tivesse apoio ou fosse assumida pelo Estado Central”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!