Publicidade

Rúben Rodrigues vence em casa na segunda etapa do GP do Minho

Rúben Rodrigues vence em casa na segunda etapa do GP do Minho

A equipa da Bairrada tornou a dominar nesta segunda etapa do Grade Prémio do Minho, que se disputou em Azurém.

A Federação Portuguesa de Ciclismo destaca, em nota informativa, que o “vimaranense Rubén Rodrigues (Bairrada) foi o primeiro a cortar a meta, celebrando a vitória perante o público da sua terra”.

“A primeira fuga do dia tardou a surgir, estabelecendo-se apenas quando já tinham sido percorridos 30 dos 86 quilómetros desta segunda etapa do Grande Prémio do Minho. Este grupo era composto por três corredores, entre eles Diogo Mendes (Póvoa Cycling Academy/CDC Navais), Nuno Oliveira (Santa Maria da Feira/Segmento D’Época/Reol) e Felipe Chan (Suministros Zadorra/Hegotarrak)”, adianta a federação que reforça que “este trio acabou por não ser bem-sucedido, pois a equipa da Bairrada viria pouco depois a lançar-se ao ataque, colocando quatro atletas neste grupo da frente”.

“ Entre eles estavam António Morgado, Rúben Rodrigues, Daniel Lima e Gonçalo Tavares” acrescenta a nota à comunicação social que declara que o “ primeiro prémio de montanha da etapa, colocado ao quilómetro 50, em Gonça, acabaria por fazer estragos, partindo o pelotão em pequenos grupos e enfraquecendo o trio que integrou a fuga inicial”.

A Federação Portuguesa de Ciclismo reforça que “estes três corredores acabariam por perder o contacto com a frente da corrida, juntamente com Rúben Rodrigues, que descolou no início da subida da Pena, o segundo prémio de montanha de primeira categoria”.

Fotografia: Federação Portuguesa de Ciclismo

“Na frente seguiam António Morgado, Gonçalo Tavares e Daniel Lima, com Rúben Rodrigues a conseguir recolar na descida, a menos de 20 quilómetros do final da etapa”, sustenta a nota de imprensa que sublinha que os “quatro seguiram juntos até à meta, com o atleta da casa, Rúben Rodrigues, a vencer após 2h22m38s”.

António Morgado, Daniel Lima e Gonçalo Tavares chegaram com o mesmo tempo, ocupando o segundo, terceiro e quarto lugares, respetivamente.

O primeiro corredor a chegar depois do grupo da Bairrada foi Noah Campos (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact), a 6m03s.

António Morgado é quem veste agora a camisola amarela, com o mesmo tempo dos colegas de equipa Daniel Lima e Gonçalo Tavares.

A federação adianta que “com este resultado dominador, a Bairrada ocupa a primeira posição na classificação geral por equipas. Gonçalo Tavares é líder da montanha, António Morgado é líder da classificação por pontos e Tiago Santos (Alcobaça C.C./Crédito Agrícola), quinto na geral, é o melhor júnior de primeiro ano, a 14m36s do líder”.

Noah Campos lidera a geral de melhor atleta ACM (Associação de Ciclismo do Minho).

Amanhã irá disputar-se a terceira e última etapa do Grande Prémio do Minho, no Circuito de Santo António de Amares, que terá um total de 123,6 quilómetros.

Os corredores terão, uma vez mais, de enfrentar dois prémios de montanha de primeira categoria, em Nossa Senhora da Abadia, onde farão uma dupla passagem.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade