Publicidade

Cidadão de Amarante promove campanha para entregar material hospitalar em hospital na Ucrânia

Cidadão de Amarante promove campanha para entregar material hospitalar em hospital na Ucrânia

Hugo Coutinho, um cidadão de Amarante, está a promover uma campanha com o objetivo de angariar o máximo de material hospitalar para entregar num hospital situado no sul da Ucrânia.

Ao Novum Canal, Hugo Coutinho esclareceu que esta doação surgiu da necessidade de ajudar os ucranianos que estão a ser vítimas desta guerra e os doentes desta unidade hospitalar.

“A campanha surgiu da vontade de contribuir para uma causa à qual não podemos ficar indiferentes.  Todos os dias somos confrontados com informação sobre que se está a passar, com inúmeros apelos. Sei que há pessoas e instituições que estão a concentrar as doações em alimentos e medicamentos. Como cidadão e após ter falado com a minha esposa senti que tinha de ajudar esta comunidade e a população que tem sido mais afetada neste conflito. A título particular resolvi avançar com esta campanha. Inicialmente pensei fazer uma angariação de produtos alimentares, coisas mais básicas. Estabeleci vários contactos com pessoas que já tinham feito e participado em várias ações e feito vários donativos, que me transmitiram que me tornaria mais útil se conseguisse angariar outro tipo de produtos e direcioná-lo para esta situação em particular. Depois de ouvir as pessoas optei por arrancar com a campanha. Não é que os produtos alimentares e os medicamentos não sejam necessários”, expressou, salientando que tem tido um feedback positivo da parte da comunidade relativamente a esta campanha, ainda que esta tenha iniciado apenas na segunda-feira.

Fotografia: Hugo Coutinho

“Iniciei a campanha na segunda-feira e consegui obter vários contactos, pessoas a quererem saber como é que poderiam participar e como iria funcionar, que tipos de produtos poderiam doar. Após os contactos que fui fazendo, foram surgindo várias doações de materiais hospitalares e esta quarta-feira tive uma doação de uma instituição hospitalar que doou três máquinas. Estamos a falar de material específico e foi um dia bastante positivo”, acrescentou, sustentando que era seu objetivo entregar pessoalmente o material assim que reunisse todo os produtos angariados, tendo-se, contudo, deparado com um contratempo relacionado com o transporte.

“Inicialmente, o meu objetivo era o de arrancar assim que juntasse todo o angariado, estou ainda a aguardar algumas indicações sobre a disponibilidade de transporte. Na eventualidade de não conseguir a viatura, tentarei colocar o angariado num dos transportes humanitários. O meu objetivo é ir pessoalmente fazer a entrega. No caso de não conseguir fazê-lo pessoalmente irei procurar incluir o angariado num corredor humanitário, mas farei questão de estar presente no local da chegada para comprovar a entrega”, concretizou, sublinhando que ainda hoje estará em contacto com um dos médicos que está nesse hospital na Ucrânia para agilizar todo este processo.

Hugo Coutinho manifestou, ainda, que além do drama humanitário, esta é uma causa a que ninguém pode ficar indiferente.

Fotografia: Hugo Coutinho

“O meu afilhado e uma sobrinha já me questionaram várias sobre este conflito, a comunicação social e a redes sociais veiculam muita informação, mas nem sempre fazem o enquadramento do que se esta a passar. Tenho, também, uma filha de dois anos, e ao deparar-me com imagens de familiares a separarem-se não consegui ficar indiferente”, avançou, confirmando que ele e a esposa abdicaram das férias para encetar esta campanha em prol da comunidade ucraniana e, assim, ajudar a minimizar um conflito cujas proporções e consequências estão a adensar-se todos os dias.

Hugo Coutinho lamentou, ainda, o escalar deste conflito que já fez inúmeras baixas e está a obrigar à fuga em massa de inúmeros pessoas que viram as suas vidas alteradas de um momento para o outro.

“Em pleno século XXI, achava que era de todo impossível o escalar de um conflito com as dimensões que este está a ter, com este impacto. Infelizmente parece-me que as coisas estão para durar”, observou.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade