Novum Canal

mobile

tablet

Kyle Murphy (Rally Cycling) foi o vencedor isolado na chegada a Castelo Branco
Fotografia: Organização

Kyle Murphy (Rally Cycling) foi o vencedor isolado na chegada a Castelo Branco

Partilhar por:

O norte-americano, Kyle Murphy, (Rally Cycling), foi o vencedor isolado na chegada a Castelo Branco, na segunda etapa da Volta a Portugal Santander

A organização destaca, em comunicado, que  o “português de origem germânica, Marvin Scheulen (LA Alumínios-LA Sport), foi o responsável pela fuga logo nos momentos iniciais da etapa, após a estreia de Ponte de Sor como cidade de partida da Volta”, com Murphy a seguir-lhe a roda e pouco depois juntou-se Andrew Turner (SwiftCarbon).

Ainda de acordo com a organização, os cerca de “162,1 quilómetros da etapa foram protagonizados por este trio, onde Scheulen se destacou a vencer metas volantes e prémios de montanha”.

Graças à sua performance o “português passou a ser o novo detentor da Camisola Bolinhas Continente, que destaca o melhor trepador”.

Fotografia: Organização

Na fuga, “Murphy só queria a etapa” e acabou por vencer e “somou pontos que lhe dão a Camisola Verde Rubis Gás, por liderar a classificação por pontos”

Rafael Reis (Efapel) mantém a Camisola Amarela Santander.

Refira-se que nos dois dias de Volta a Portugal, o atleta de Setúbal arrecadou dois triunfos.

Entre os mais novos, Juri Hollmann (Movistar) continua a ser Camisola da Juventude Jogos Santa Casa.

Este sábado realiza-se a subida à Torre pela Covilhã.

A 3.ª etapa tem metas volantes em Oleiros (22,7 quilómetros), Fundão (92,1) e Covilhã (150,1).


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!