Novum Canal

mobile

tablet

Candidata do PSD/CDS-PP a Astromil elege apoio às famílias e idosos como prioridades
Fotografia: Coligação “Primeiro as Pessoas”

Candidata do PSD/CDS-PP a Astromil elege apoio às famílias e idosos como prioridades

Partilhar por:

A candidata do PSD/CDS-PP à Junta de Freguesia de Astromil, concelho de Paredes, Susana Torres Coelho, elege o apoio às famílias mais carenciadas e aos idosos como fazendo parte das suas prioridades e propostas para a freguesia, às eleições autárquicas, agendadas para 26 de setembro.

Na apresentação da sua candidatura, Susana Torres Coelho, elegeu os valores do “trabalho, dedicação, empenho e lealdade”, confirmando que por detrás da sua decisão de avançar para este desafio esteve a vontade de “trabalhar em prol da minha comunidade”.

A candidata apontou mesmo algumas críticas à forma como “os políticos, junta e Câmara de Paredes, têm olhado para Astromil”.

Fotografia: Coligação “Primeiro as Pessoas”

 “Infelizmente, o saldo é negativo. Nada têm feito pela minha freguesia”, desabafa.

A candidata afirma pretender ser “um pólo de união” avançando que contou com o apoio de todos e pretende auscultar toda a população de Astromil, com o objetivo de ouvir as suas necessidades, preocupações e objetivos e concretizar os anseios dos astromilenses.

Susana Torres Coelho, além do apoio idosos e às famílias mais carenciadas, apontou, também, como prioridades os jovens e as crianças, quer no plano desportivo, cultural e do lazer.

A candidata à Junta de Freguesia de Astromil assumiu querer investir numa “maior oferta de ATL´s” e fomentar “mais espaços de lazer para os adolescentes”, assim como investir no “alargamento da rede de água e saneamento.

O candidato à Câmara de Paredes, pela coligação PSD/CDS-PP, “Primeiro as Pessoas”, Ricardo Sousa, voltar a aludir ao aumento da dívida da câmara em “mais de 15 milhões de euros”, imputando responsabilidades ao atual presidente da Câmara de Paredes, Alexandre Almeida, por tal aumento.

Na sua intervenção, Ricardo Sousa criticou, ainda, a ausência de “quaisquer obras estruturantes para o concelho”, aludindo, mais uma vez, à questão da água e do saneamento e salientando que “Alexandre Almeida se prepara para “hipotecar Paredes, com a indemnização à BE Water em largas centenas de milhões de euros”.

A habitação social foi, também, um dos temas visados pelo candidato no seu discurso.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!