EM DIRETO
Fechar X
ASSISTA AGORA
EM DIRETO
EM DIRETO
Publicidade

Comissão Europeia confirma perspetivas de forte recuperação já em 2021

Decorre até 31 deste mês candidaturas ao Fundo PME para apoio aos Direitos de Propriedade Industrial

A Comissão Europeia (CE) publicou, hoje, as suas previsões económicas de Primavera para o horizonte de 2021-2022, num contexto de recuperação da pandemia.

O gabinete do Ministro de Estão e das Finanças destaca, em comunicado, que “as projeções macroeconómicas e das finanças públicas da CE estão próximas das estimativas do Governo, confirmando a credibilidade do Programa de Estabilidade português”.

Citado em comunicado, João Leão realça que Portugal está a “aproximar-nos a passos largos do fim do túnel. A recuperação está em andamento. Estou confiante que Portugal apresentará um crescimento muito forte. Não podemos agora perder o foco. Vamos manter os apoios para os setores mais afetados para assegurar uma recuperação inclusiva. A resiliência das nossas empresas e trabalhadores foi exemplar, e a recuperação rápida será prova disso.”

O comunicado destaca que “apesar do confinamento generalizado e longo do primeiro trimestre, os sinais de retoma já são evidentes e as previsões da Comissão confirmam um crescimento forte para a economia portuguesa. A CE prevê um crescimento de 3,9% em 2021 e uma aceleração para 5,1% em 2022. No conjunto dos dois anos, o desempenho da economia portuguesa será superior ao da média da área do euro, permitindo que Portugal retome o caminho de convergência iniciado em 2016”.

Comissão Europeia confirma perspetivas de forte recuperação já em 2021
Fotografia: Câmara de Penafiel

De acordo com o gabinete do ministro de Estado e das Finanças, João Leão, a “CE prevê que a recuperação da economia portuguesa assente num crescimento forte do investimento privado e público. Portugal atinge em 2022 um nível de investimento público em percentagem do PIB semelhante ao da média da área do euro”, salientando que “para este resultado contribui o início do Programa de Recuperação e Resiliência, com a CE a estimar que a execução em percentagem do PIB em Portugal seja a quarta mais elevada da União Europeia”.

“No mercado de trabalho, a CE estima uma estabilização da taxa de desemprego em torno de 6,8% em 2021 e uma redução para o nível de 2019 já em 2022 (6,5%), 1,3 p.p. abaixo da média da área do euro. A CE também espera que o emprego ultrapasse o nível pré-pandémico em 2022, após um crescimento forte acima da área do euro no conjunto dos dois anos. Estas estimativas da CE vêm confirmar a resiliência do mercado de trabalho português e a eficácia das medidas de apoio às empresas e proteção ao emprego”, acrescenta a nota à imprensa.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade