EM DIRETO
Fechar X
ASSISTA AGORA
EM DIRETO
Procurar
EM DIRETO
Publicidade

Rui Moreira garante que não vai aumentar os impostos porque acredita em políticas anti cíclicas

Fotografia: Miguel Nogueira | CM Porto

O presidente da Câmara do Porto declarou esta manhã, em reunião de Executivo Municipal privada, que não irá aumentar impostos, em consequência da pandemia, porque acredita em “políticas anti cíclicas”.

A afirmação surgiu na sequência da aprovação do relatório das contas consolidadas do ano de 2019. Este exercício financeiro engloba as contas da Câmara Municipal, das empresas municipais e os fundos em que participa. A principal conclusão a retirar é de que o Município goza de boa saúde financeira e que o peso da Câmara é preponderante nesta equação, o que também dá a garantia de poder enfrentar a crise com maior segurança. 
Rui Moreira não tem ilusões de que o “futuro imediato não será muito risonho“, mas embora seja comedido nas palavras, não se escusou a dizer que, realisticamente, as boas contas da Câmara do Porto “permitem-nos criar o endividamento necessário para continuar a investir e a cumprir as nossas obrigações“, assinalou.

Por isso, declarou que os portuenses não vão ser surpreendidos com aumento de impostos, porque também defende que é necessário não embarcar, neste momento, em políticas ao sabor da maré, razão pela qual disse acreditar “em políticas anti cíclicas”.

O autarca interveio a propósito da votação do relatório das contas consolidadas de 2019, que foi aprovado por maioria, com os votos a favor dos vereadores independentes, e as abstenções do PS, PSD e CDU.

Partilhe nas Redes Sociais

Em Destaque

Artigos relacionados

Publicidade

Contribua já:

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2

Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Procurar
Close this search box.
Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade

Publicidade

Estamos a melhorar por si, Novum Canal, sempre novum, sempre seu!

Publicidade